A poesia me encontrou. Encontrei-me na poesia! Concedo-lha portentosas asas para alçar longínquos voos e disseminar sonhos nos corações cúmplices e sensíveis. Que ela logre fabulosos rasantes em vastos mundos prenhes de luz e encontre, por fim, felizes e aconchegantes moradas em almas renovadas.

Simone Moura e Mendes

BIOGRAFIA

Quem eu era

"Que saudade da minha infância! das incontáveis brincadeiras: médico, rouba-bandeira, carrinho de rolimã boneca de pano, polícia-ladrão... " (Trecho da poesia "Cada tempo tem sua história", de Simone Moura e Mendes, publicada neste blog em julho de 2010).

Quem eu sou

Simone Moura e Mendes, natural de Maceió/AL, Administradora de Empresa, Analista Judiciário, poetisa, amante das artes, esposa, mãe de 03 filhos...