A poesia me encontrou. Encontrei-me na poesia! Concedo-lha portentosas asas para alçar longínquos voos e disseminar sonhos nos corações cúmplices e sensíveis. Que ela logre fabulosos rasantes em vastos mundos prenhes de luz e encontre, por fim, felizes e aconchegantes moradas em almas renovadas.

Simone Moura e Mendes

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Os 40 anos da Vara de Penedo com "Justiça à Poesia"















Fotos de Max Balduíno


Em 02/12/2011,  Penedo esteve em festa. A solenidade de comemoração dos 40 anos de instalação da Vara do Trabalho marcara indelevelmente a histórica daquele precioso rincão margeado pelo "Velho Chico". O magistrado titular Sérgio Roberto de Mello Queiroz capitaneou o eventou com brilho e pompas. No ensejo, formalizou-se, inclusive, o encerramento da Semana Nacional de Conciliação.

A festa foi iniciada com o hasteamento das bandeiras pelo Juiz Sérgio Roberto de Mello Queiroz, acompanhado da Desembargadora-Presidente, Vanda Lustosa, do Dr. Fernando Falcão, Presidente da AMATRA19, e do Presidente da OAB, seccional Penedo, José Machado, que, também, representava o Prefeito Israel Saldanha.

Várias personalidades locais emprestaram glamour ao evento, dentre estas o Presidente da Academia Penedense de Letras, Valfredo Messias, e vários advogados, tanto locais como os que atuam em Maceió, a exemplo do Dr. Marcelo Vieira.

A banda do Montepio dos Artista, sob a batuta do maestro Rocha, executou o Hino Nacional e o de Penedo. Seguiram-se os dicursos do Dr. Sérgio Queiroz, que assim asseverara: “Há quarenta anos a Justiça do Trabalho se instalava no município de Penedo, anunciando a chegada de novos tempos nessa terra marcada na história por tantas glórias. Essa cidade é mãe de personalidade expressivas, berço cultural do Brasil e, como se não fossem suficientes esses predicados, distinguida por beleza ímpar purificada pelas águas do velho chico”; e da Desembargadora-Presidente do TRT19, Dra. Vanda Lustosa que destacara a importância da Justiça do Trabalho na sociedade penedense.

Na oportunidade, foram homenageados com uma placa de honra ao mérito o magistrado Osanir de Lavor e o Desembargador Severino Rodrigues, este, como o primeiro diretor e, aquele, como primeiro juiz a presidir aquela, então, Junta de Conciliação e Julgamento. Tais personalidades foram representadas pelo Presidente da AMATRA19, Dr. Fernando Falcão e pela Juíza Titular da 3ª Vara do Trabalho de Maceió, Dra. Alda de Barros Araújo, respectivamente.

O magistrado Fernando Falcão fez a leitura da mensagem encaminhada pela juíza Carolina Bertrand (titular da VT de Palmeira dos Índios), discorrendo sobre o Projeto Trabalho, Justiça e Cidadania, criado pela Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho. Este projeto fez-se partícipe através de apresentações de alunos das Escolas Municipais de Arapiraca, João Batista Pereira da Silva e Pontes de Miranda. A desembargadora Vanda Lustosa e o juiz Fernando Falcão entregaram a certificação do "Trabalho, Justiça e Cidadania" às professoras Gláucia Albuquerque e Maria de Lourdes Félix, das Escolas João Batista e Pontes de Miranda, respectivamente.

O Projeto "Justiça à Poesia" migrou da Capital Maceió, através das servidoras Ana Cláudia Costa Fortes Cavalcanti, Delaide Scolni e Marta Angélica Martins, para colorir aquela solenidade. Apresentou sua 13ª edição, que contou com a participação da própria Marta Angélica, declamadora oficial, e do ator Chico de Assis, além de uma apresentação musical do servidor Marcos Farias, tendo sido este liberado de seus misteres pelo juiz titular de Porto Calvo, Dr. Laerte Neves, além de Alberto Mirindiba, acompanhados dos músicos Ricardo Lopes e Fabinho Oliveira. Houve, ainda, a declamação espontânea pelo  maestro Rocha, de uma poesia de sua autoria. Também houve a apresentação do Coral da Escola Profissional Lar de Nazaré - instituição localizada na cidade de Penedo, que é  mantida por doações e,  no momento,  atende 22 meninas em situação de risco social. As meninas do coral fizeram uma tocante homenagem ao Juiz Sérgio Roberto, que não pode conter emocionadas lágrimas.

Ainda, dentro do Projeto Justiça à Poesia, foi relançada, a 2ª edição da coletânea poética do TRT19, "Justiça à Poesia", graças ao fabuloso empenho do Milton da gráfica, cujos exemplares foram trocados por doações ao Lar de Nazaré, naquela oportunidade, entregues, simbolicamente, pelo Juiz Sérgio Queiroz, em nome do TRT Solidário, à Coordenadora da instituição Solange. Registre-se a substanciosa doação do Sindicato dos Trabalhadores Rurais àquela instituição, a quem muito projeto agradece.

A diretora da Secretaria da VT de Penedo, Simone Moura e Mendes, em nome do Projeto "Justiça à Poesia, fez a entrega ao juiz Fernando Falcão de um exemplar do livro "Antologia Poética Justiça à Poesia", em reconhecimento ao apoio da Amatra XIX para a publicação da obra. O magistradopor sinal, é autor de três poesias que fazem parte da coletânea.

O Juis Titular, Sérgio Roberto de Melo Queiroz, e a Diretora de Secretaria da Vara do Trabalho dePenedo, Simone Moura e Mendes, creditam o indiscutível sucesso do evento ao inestimável empenho dos servidores da Secretaria Geral da Presidência do TRT19,aquem veementemente agradece na pessoa de sua Diretora, Vanessa Gonçalves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário