A poesia me encontrou. Encontrei-me na poesia! Concedo-lha portentosas asas para alçar longínquos voos e disseminar sonhos nos corações cúmplices e sensíveis. Que ela logre fabulosos rasantes em vastos mundos prenhes de luz e encontre, por fim, felizes e aconchegantes moradas em almas renovadas.

Simone Moura e Mendes

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Projeto Justiça à Poesia na V Bienal Internacional do Livro

Pedro Onofre de Araújo contextualizou sua palestra acerca do Projeto Justiça à Poesia com poesias de suas "Poesias Completas", conferindo majestade ao evento
Luiz Alberto Machado levou a magia do Tataritaritatá


A poestisa Petrúcia Camelo, em sintonia com o Projeto Justiça à Poesia, puxou uma poesia do varal e declamou Noel dos Santos

Simone Moura e Mendes declamando seus versos, ineridos na obra "Justiça à Poesia"

Cléa Seixas, Pedro Onofre, Simone Mura e Mendes, Marta Angélica e André Luiz Ferreira

Petrúcia Camelo, Marta Angélica, Simone Moura e Mendes. Arnaldo Camelo e Celina Bravo no estande da Academia de Letras do Estado de Alagoas, onde foi lançada a 2ª ed. do Justiça à Poesia
Marta Angélica Martins, Simone Moura e Mendes, Maria Pastora e Petrúcia Camelo ao lado Príncipe dos Poetas de Maceió, o inolvidável Jucá Santos.




Mediante o apoio das Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro e a Confraria Princesa Isabel, a poetisa Petrúcia Camelo abre espaço para o Projeto Justiça à Poesia V Bienal Internacional do Livro de Alagoas.

A pedra de toque do evento ocorrido no dia 30/10/2011, às 16 h, na Sala Lêdo Ivo, do Centro de Convenções, foi a palestra do escritor, poeta e teatrólogo Pedro Onofre de Araújo, que, na presença de sua esposa, filhos e netos, integrando a composição de uma seleta plateia, deslindara o Projeto Justiça à Poesia com sensibilidade poética, com precisão cirúrgica. No ensejo, proclamara o brilho da iniciativa da equipe organizadora do Projeto Justiça à Poesia, que, saindo do seio da 3ª Vara do Trabalho de Maceió, ganhara dimensão institucional. Em suas eminentes palavras, Pedro Onofre assevera, em síntese apertada, que todo magistrado é um poeta em potencial, pois quem logra fazer justiça não pode apartar-se da poesia.

Após a palestra de Pedro Onofre, Simone Moura e Mendes tomara do microfone e leu uma crônica acerca do projeto, de própria autoria. No contexto dessa crônica, a declamadora oficial do Projeto, Marta Angélica Martins, declamou Ah! Poeta, da autoria de Simone, e a bela poesia de Sandra Magalhães Salgado, "Justiça à poesia, a sentença de Têmis".

O convite de Simone fora aceito e outras declamações deram lustre ao ensejo, a exemplo das realizadas pelos poetas Petrúcia Camelo, André Luiz Ferreira, que declamou uma poesia de Beto Souza - ganhador do Prêmio Lego de Literartura 2011 -, Cléa Seixas e pelo próprio Pedro Onofre. Luiz Alberto Machado disse de seu apreço ao "Justiça à Poesia"; Chico de Assis não de fez de rogado e declamou Passagem, de Lêdo Ivo, "2 de Fevereiro", de Emanoel Fay, "Nêga Fulô" e algumas outra poesias de Jorge de Lima, além de obras de outros poetas. O poeta Joel Machado, na companhia de sua esposa Dinha, compartilhou da emoção do momento.

Às 19 h, no estande da Academia de Letras do Estado de Alagoas, diante dos olhos atentos de insignes espectadores, dentre estes, Paulo de Tarso Santana e sua esposa Aline; do calculista da Vara do Trabalho de Penedo, Valdênio Santos Costa, acompanhado da esposa e filhos..., Em ocasião solene, conjuntamente com outros lançamentos, foi a vez da 2ª edição do livro "Justiça à Poesia", uma antologia poética composta por advogados trabalhistas, servidores e magistrados do TRT19, dentre estes a Presidente do TRT19, Desembargadora Vanda Maria Ferreira Lustosa, a Juíza Titular da 3ª VT de Maceió e o Presidente da AMATRA19, Dr. Fernando Falcão, por cujo apoio esse sonho foi concretizado.

O Projeto Justiça à Poesia agradece a todos que, direta ou indiretamente, vem contribuindo para a sua prosperidade.

Alfim, foram estas as palavras da poeta Petrúcia Camelo: "Querida Simone, eu, sou quem agradeço pela oportunidade de estarmos juntas em prol da poesia alagoana. Segue para você tomar conhecimento do e-mail da Diretora da EDUFAL Sheila Maluf, agradecendo a minha iniciativa em levar as Academias de Letras à Bienal do Livro, pela primeira vez. Parabéns pela glória de sua luta.Abraços."

2 comentários:

  1. Simone, obrigado pela consideração, adorei te conhecer. abração. beto souza

    ResponderExcluir
  2. Oi Simone, muito boa a apresentação na bienal, senti muito não ter ido mas, amei o resultado, foi simplesmente m a r a v i l h o s o. Parabéns por levar esse projeto tão querido em lugares diferentes. abraços
    Socorrinho

    ResponderExcluir